ArtigoFunakoshi2

Neste artigo de Cristiano Barreira e Marina Massimi, os leitores podem apreciar a história do Karate-Do tanto como a história do seu principal impulsionador Gichin Funakoshi

 

Numa análise de vertente da psicologia do desporto já Funakoshi tentava a distinção do karate das artes marciais e como relata o autor : ” O pensamento de Funakoshi, inclusive suas idéias psicológicas, foi transmitido inicialmente no contacto com seus alunos que, por suas vezes, cuidaram para manter vivo e retransmitir o que Funakoshi considerava a essência do karate. Pode-se pensar que hoje, mais de quatro décadas após sua morte, sua obra escrita esteja contribuindo para a perpetuação de seu pensamento. Se o tempo distancia seu pensamento de nós, as diferenças culturais de suas origens o afastam ainda mais, não só no âmbito dos países ocidentais mas também no próprio Japão que há tempos passa por intensas transformações internas. O contexto de origem do karate e de outras formas de combate no Japão feudal era extremamente influenciado por uma mentalidade religiosa que sustentava desde a moralidade e leis, até a estratificação e hierarquia social. Essa mentalidade provinha, sobretudo, do xintoísmo, a religião nativa do Japão, do confucionismo e do budismo – esse último, no caso das artes, essencialmente em sua forma zen. O passar do tempo e a distância cultural têm contribuído para a incompreensão e perda das ideias psicológicas contidas no pensamento de Funakoshi. Nesse processo, suas concepções acerca de atitude e de moralidade, por serem normalmente ligadas mais à ação e comportamento, sofrem desgastes menos intensos do que as ideias que correspondem a um pensamento psicopedagógico e a uma espiritualidade próprias da prática do karate-do. O objectivo dessa pesquisa é localizar e compreender, conforme os parâmetros que as originaram, as ideias psicológicas, referentes especificamente ao pensamento psicopedagógico e à espiritualidade, contidas na obra escrita de Gichin Funakoshi. O resgate das ideias psicológicas, que fazem com que o karate sirva ao aprimoramento do carácter e personalidade, pretende contribuir para que não se perca o que é tido por Funakoshi como a essência do karate – não sua técnica, mas suas contribuições à formação do homem.”

 

Como os autores falam da vida deste grande senhor como uma tentativa constante de impor o karate como uma filosofia de vida e como uma orientação na psicologia do desporto que nas décadas aqui relatadas ainda era essencialmente uma arte marcial, mas que se foi transformando também num desporto e transportados para todos os cantos do mundo, mas os ideais continuam como “aprioramento do caráter e personalidade…” .

220px-Funakoshi

Imagem por : http://www.worldshotokan.org/site/index.php/en/world-sport/item/218-gichin-funakoshi.html

Anúncios